Santa Camila Batista de Varano

camila

Camila era filha primogênita do príncipe Júlio de Varano, fruto de uma aventura amorosa com uma nobre dama da corte. Nasceu em 09 de abril de 1458. Cresceu bela, inteligente, caridosa e piedosa. Tinha uma personalidade sedutora e divertida, apreciava dançar e cantar.

Ainda criança, depois de ouvir uma pregação sobre a Paixão de Jesus Cristo fez um voto particular: derramar pelo menos uma lágrima todas as Sextas-feiras, recordando todos os sofrimentos do Senhor. Porém, tinha dificuldade para conciliar o voto à vida divertida que levava, quando não conseguia vertê-la sentia-se mal toda a semana.

Aos dezoito anos sentiu o chamado para a vida religiosa, mas seu pai não permitiu. Camila ficou sete meses doente por causa disso. Seu pai fez de tudo, mas ela não desistiu. Após dois anos, acabou consentindo. Assim, aos vinte e três anos, em 1481, ingressou no mosteiro das Clarissas, e tomou o nome de Irmã Batista.

Os anos que se sucederam foram de grandes experiências místicas para Camila Batista, sempre centradas na Paixão e Morte de Jesus Cristo. Escreveu o famoso livro “As dores mentais de Jesus na sua Paixão”, que se tornou um guia de meditação para grandes Santos.

Morreu com fama de santidade, em 31 de maio de 1524.

Colaboração: Padre Evaldo César de Souza, CSsR

 REFLEXÃO Santa Camila nutria especial devoção pela Paixão de Cristo e pela Eucaristia. É dela a meditação que aconselha os fiéis a comungarem o corpo de Cristo como verdadeiro alimento do corpo e do espírito. “Aquele, pois, que deseja saborear a Paixão de Cristo não deve se contentar com as chagas e o sangue que aderem a esse vaso sagrado da humanidade de Cristo. Que entre dentro do próprio vaso, quero dizer, dentro do coração do Cristo bendito, e ali será saciado até mesmo além de seus desejos”.

ORAÇÃO Querido e bom Deus, dai-nos, pela intercessão de santa Camila, a graça de perseverar no vosso amor e ser instrumento de paz e de amor no meio da humanidade. Concedei-nos ser fervorosos participantes da Eucaristia e zelar pelo anúncio do Reino. Por Cristo nosso Senhor. Amém!